Elizabeth (1998)

b66dabfb14c21f05fab7d44801968314

Eu acho que sou suspeita para falar qualquer coisa sobre esse filme porque ele faz parte dos filmes que eu mais amo no mundo! Eu o vi pela primeira vez ainda muito nova e não tinha noção do que se tratava, mas depois de alguns anos eu assisti novamente e BUM: amor.

O filme é de 1998 e, com a atuação magnifica da Cate Blanchett, conta a história de uma das rainhas mais importantes do mundo: Elizabeth I.

Uma rápida volta ao tempo pra te lembrar de quem foi Elizabeth I:

Continuar lendo

Especial Castelos: Castelo de Chambord II

DSC_0813

Para muitos que ainda não devem saber, eu, Alícia, acabei de chegar de uma viagem de dois meses (ou um pouquinho mais) na França e tive a incrível oportunidade de conhecer não apenas um ou dois, mas sete castelos franceses nessas dez semanas em que fiquei por lá. Para quem estiver interessado, eu também fiz um blog contando um pouquinho da minha viagem e de tudo que vi por lá!

Hoje eu vou falar um pouquinho da minha experiência conhecendo o famoso Castelo de Chambord, cuja história eu já falei um pouquinho aqui.

Continuar lendo

Song of the Sea (2014)

e8e0028e1a7491642c151403e7d2e7bdEntão… Eis que depois de muito tempo eu finalmente volto e contribuo com um post todo especial para o blog! Para quem não sabe, eu estava viajando e, depois, pretendo contar aqui um pouquinho do que foi essa viagem e de todos os castelos que eu conheci!

Mas pra hoje o que tem é: Song of the Sea!

Eu vi o poster desse filme, achei gracinha, li sobre e vi o trailer pra só depois descobrir que ele foi indicado ao Oscar. Agora, depois de vê-lo, posso dizer com a mais absoluta certeza de que a indicação foi muito bem merecida!

O filme traz pra gente aquela história das selkies que vocês já leram aqui e aqui. Conta a história de uma pequena família que mora num farol lá para aquelas bandas verdes e maravilhosas da Irlanda e que se envolve com essas lendas místicas e deslumbrantes sobre selkies, gigantes, corujas etc.

Apesar de ser uma animação, eu duvido que muitas crianças compreendam a real beleza do que é esse filme que exala sensibilidade!

Continuar lendo

O Pássaro Emplumado, dos Grimm

O Pássaro Emplumado é um conto dos Grimm e uma das variações do conto O Barba Azul. Assim como o do Perrault, o dos Grimm não fica atrás, em termos de bizarrice (não que a gente não curta, né). Enfim, leiam e comentem! ♥

“Era uma vez um mágico que costumava se disfarçar de mendigo e ia de casa em casa para pedir esmolas e raptar lindas garotas. Ninguém sabia para onde ele as levava, porque elas nunca mais eram vistas. Um dia, ele apareceu diante da porta de um homem que tinha três lindas filhas, ele se parecia como um mendigo pobre e debilitado e carregava um cesto nas costas, como se pretendesse guardar dentro dele presentes das esmolas que ganhava. Ele pediu um pouco de comida, e quando a filha mais velha saía e estava indo buscar um pedaço de pão para ele, ele apenas tocou nela levemente e ela já era obrigada a pular para dentro do cesto dele.

Continuar lendo

O Barba Azul, de Charles Perrault

Publicado pela primeira vez em 1697 (no Contos de Mamãe Gansa), o conto O Barba Azul é, definitivamente, um dos melhores exemplos quando falamos das contradições dos contos de fadas. A história trata de um nobre à procura de uma esposa perfeita. Nesse caso, a perfeição de uma mulher é, para ele, a falta de curiosidade. Enfim, leiam o conto e tirem suas próprias conclusões sobre essa linda história de amor (sqñ). (:

Obs.: O conto é um bocado comprido, mas a leitura é bem fácil. Então, aproveitem!

Bluebeard Image 1 by Dulac“Era uma vez um homem que tinha belas casas na cidade e no campo, baixela de ouro e prata, móveis trabalhados e carruagens douradas; mas, por desventura, esse homem tinha a barba azul: isto o fazia tão feio e tão terrível que não havia mulher nem moça que não fugisse ao vê-lo.

Uma das suas vizinhas, dama de alta linhagem, tinha duas filhas absolutamente belas. Ele pediu-lhe uma delas em casamento, deixando a escolha à vontade materna. Nenhuma das duas o queria, e cada uma o passava à outra, pois nenhuma podia decidir-se a aceitar um homem de barba azul. Aborrecia-as também a circunstância de ele já ter desposado várias mulheres sem que ninguém soubesse o que era feito delas.

Continuar lendo

Histórias em quadrinhos de Briony May Smith

Esses dias, vendo as publicações na minha dashboard do Tumblr, tive o enorme prazer (e já já vocês vão concordar comigo) de encontrar essa pequena história em quadrinhos baseada num conto de fadas da Cornualha:

mermaid-1-new_905

“Certa vez uma sereia ouviu uma adorável melodia vindo de uma igreja acima da costa.”

Continuar lendo