Antusas

Clytie, de Evelyn De Morgan (1886)Descritas como tendo cabelos como os jacintos, as antusas (do grego anthousai) eram as ninfas das flores e de todos os lugares floridos. Dentre as mais conhecidas estão Iante, ninfa das violetas; Rodeia, das rosas; Liríope, dos lírios; e Clítia, dos girassóis.

A ninfa Clítia (também conhecida como Clítie) teve a sorte de ter um mito só para si. Conta a história que ela, antes de ser uma antusa, era uma oceânida apaixonada por Hélios, o deus-titã solar. Porém, quando ele a abandonou por Leucotéia, protetora dos marinheiros, ela acabou pirando e entrou em depressão. Ficava durante o dia inteiro “sentada no chão frio com suas tranças desatadas sob os ombros”. Contemplava incansavelmente o Sol, desde o seu nascente ao seu poente, não comia nada e a única coisa que bebia era suas próprias lágrimas e, à noite, curvava-se para chorar. Depois de tanto sofrimento, seus pés acabaram por enraizarem no chão e seu rosto transformou-se em uma flor – a chamada girassol ou heliótropo – que se move sobre o caule de modo a acompanhar o seu amado Sol.

Dizem também que a mais importante de todas elas era Clóris, a Verde, – equivalente romano da deusa das flores e da vegetação, Flora. Esposa de Zéfiro, era rainha dos Campos Elísios – uma das partes do mundo dos mortos -, conhecido como o paraíso ocidental dos heróis da mitologia grega.

O que tem de informação sobre as antusas na internet tá aí. Se por acaso alguém souber de mais alguma coisa, chega mais e comenta.

Hasta luego!

Laís

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s