Canção ao vento

No bimestre passado, como trabalho de Português e Literatura sobre o Trovadorismo, minha professora pediu que a sala se dividisse em grupos pra criar um livrinho de cantigas, e no meu grupo fiquei responsável pelas cantigas de amor e de amigo. O resultado me agradou, e à Laís também, e então eu decidi compartilhar um dos meus poemas trovadorescos~ aqui. Esse que eu vou postar se chama “Canção ao vento” e foi livremente inspirado em As Crônicas de Gelo e Fogo (o eu-lírico é alguma mocinha da corte apaixonada por algum Lannister, mas não se trata exatamente da Guerra dos Tronos e dos seus personagens).

Oh, vento que tudo ouve
Que notícias hoje trouxe?
Por onde anda meu amado
Que em breve será coroado?

Por sua casa, seu estandarte
Ele mancha a terra de escarlate
Oh, vento, me conte
Onde meu amigo se esconde

Aquele que espreita o inimigo
E logo fatalmente o ataca
Oh, vento, esperá-lo é um castigo
Traga-o de volta pra casa

Em batalha, tão cruel
Mas por mim é tão querido
Por isso a ele hei de ser fiel
Oh, vento, traz logo o meu amigo.

É isso. Talvez eu poste as duas outras cantigas (tem mais uma de amigo e outra de amor). Espero que tenham gostado!

Emily

Anúncios

4 comentários sobre “Canção ao vento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s