As verdadeiras Brancas de Neve

Segundo o site Fala Cultura, Schneewittchen (Branca de Neve), conto alemão coletado pelas pesquisas dos irmão Grimm, pode ter sido inspirado na vida de duas jovens:”A Condessa Margarete von Waldeck vivia na região que hoje corresponde ao noroeste da Alemanha, onde na época predominantemente mineira. Naquele tempo, era comum que as crianças pequenas trabalhassem nas minas, por sua facilidade de entrar em corredores estreitos e apertados. Essas crianças tortas e subnutridas eram conhecidas como ‘anões’ de minas.

Essa aqui é a Margarete von Waldeck, reparem que ela é super branca e tem cabelos bem negros, “Haut war so weiß wie Schnee, und das Haar so schwarz wie Ebenholz”

Margarete era considerada uma jovem muito bonita e graciosa, mas odiada pela segunda esposa de seu pai. Aos dezessete anos, a jovem deixou sua cidade natal por conta de desentendimentos com sua madrasta, e parte para Bruxelas, onde conquistou o coração de um jovem príncipe, que viria a tornar-se Felipe II da Espanha.

Antes de viverem seu ‘felizes para sempre’, contudo, Margarete morreu — provavelmente vítima de veneno, se considerarmos a letra tremida de sua carta final, sintoma de envenenamento. A morte prematura (aos 21 anos) de uma jovem bela fixou-se no imaginário popular, dando origem a mitos que podem ter influenciado os Irmãos Grimm.

As desavenças de outra jovem com sua madrasta, 200 anos depois, pode ter trazido alguns detalhes adicionais ao conto.

Maria Sophia Margaretha Catharina von Erthal, foi maltratada por sua madrasta no castelo em que vivia com seu pai, em Lohr. Detalhe: a madrasta em questão recebeu de presente de casamento um espelho famoso, conhecido como ‘Espelho Falante’. Soa familiar?” Fonte

Vale ressaltar que de uma história pra outra se passaram 200 anos, mas com histórias tão parecidas, sendo que uma é tão shippável (ah, vai me dizer que você não gostou do breve romance de Margarete com rapaz  a.k.a rei da Espanha?), é impossível não relacionar uma coisa a outra e acabar criando um conto de fadas. Gostei disso dos anões de minas, e fiquei meio intrigada com o Espelho Falante. E vocês, o que acharam?

Emily

Anúncios

15 comentários sobre “As verdadeiras Brancas de Neve

  1. eu vou falar a verdade quando eu era criança achava super injusto o principe chegar e roubar a branca de neve dos anões quedize eles bem que poderiam ter levado todo mundo pra morar junto, mas não abandonou os pobres anões no meio da floresta para continuarem no trabalho pesado até morrerem.

  2. Achei divertida a parte das crianças na mina por serem pequenas! E, minha nossa, Condessa que aparece na primeira história parece realmente muito bonita e muito muito branquinha! Isso dá pano pra muito conto de fada ~mesmo~ . Mas fiquei triste que ela morreu e com dó do Felipe II que deve ter vivido lonely para sempre com esse suposto envenenamento 😥
    A segunda história ficou engraçada com a parte do espelho falante ! Tem que ser muito narcisista pra receber um espelho de presente ahuauahuah…
    Adorei conhecer as duas histórias! Continuem lindas!

  3. Oi, Emily!
    Realmente, acho super interessante essa coisa da Branca de Neve ter sido inspirada em uma personagem que pode ter existido… =)
    Obrigada por citar como fonte o FalaCultura, tem um monte de gente que retira trechos do site, mas nunca cita.

    Ah, vale lembrar também que as primeiras adaptações da história da Branca de Neve não eram exatamente “fofas”. Coloquei mais sobre isso aqui: http://bit.ly/15vbIWt

    Beijos!

    • Oi, Juliana!
      Eu gosto de pensar que todo mito tem origem em algum fato, e descobrir as origens de uma das minhas personagens preferidas é muito legal mesmo.
      Ah, não precisa agradecer! Acho muito errado usar as informações de outras pessoas sem citar a fonte, é injusto com quem escreveu.
      Depois lerei sobre sua publicação, amo essas “versões originais” bem cruéis rs

      Beijos

  4. Pingback: A dança para a morte | Fairytale Land Stories

  5. O interessante que a série Once Upon a Time, usou o nome Mary Margareth para a Branca de Neve quando são todos transportados para o nosso mundo por causa da maldição… os produtores buscaram por detalhes, que só quem pesquisa e procura por contos de fadas saberiam… mostrando que eles também pesquisaram o assunto…

    • Tem vários desses detalhes interessantes em Once Upon a Time, que eu adoro ficar prestando atenção… rs. Além do nome da Mary Margareth, o nome de Regina também é uma referência (já que Regina quer dizer “rainha” em latim), e a Cinderela depois da maldição se chama Ashley (a piada faz sentido em inglês, já que “Cinder” e “Ash” são as cinzas, o borralho que ficam em volta da lareira, que sujavam a “Gata Borralheira”).

      • Siiimmmm! Once é muito boa nisso. E bah, pode crer que vamos colocar essas infos no post sobre OUAT. :3

  6. Outra coisa, esse Filipe II da Espanha é o mesmo da União Ibérica que aprendemos nas aulas de história (que expulsou os holandeses daqui e acabou levando a falência o cultivo da cana-de-açúcar)… se eles tivessem conseguido se casar, a condessa, faria parte, de certa forma da História do Brasil…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s